Afinal, o que é a surdez súbita e como tratá-la?


As perdas auditivas geralmente ocorrem por influência de fatores congênitos ou resultam da evolução gradativa típica da idade avançada. Contudo, a surdez súbita acontece de forma repentina, mesmo sem causa aparente, e pode afetar pessoas de qualquer faixa etária.

Devido a essas peculiaridades, a surdez súbita é uma condição clínica que desafia bastante os profissionais da otorrinolaringologia, área médica que cuida das doenças do ouvido, do nariz e da garganta.


Quer saber mais sobre o assunto? Confira neste artigo quais são as causas, os sintomas e os tratamentos disponíveis para esse tipo de surdez.


Quais são as principais causas da surdez súbita?


Esse distúrbio auditivo não costuma ter uma causa bem definida, mas pode surgir em associação a outros problemas. A surdez súbita pode se manifestar após uma doença de caráter viral como a caxumba, o sarampo, a gripe ou a mononucleose.


Boa parte dos episódios de surdez súbita está relacionada à gripe e à mononucleose infecciosa. Entretanto, outras causas como a entrada de água no ouvido também podem influenciar na perda repentina da audição.


Nos casos mais raros, a surdez súbita ainda pode ser causada por exercícios físicos muito intensos, quando esses exercem maior pressão nos ouvidos. Um exemplo clássico é o levantamento de peso.


Além desses, listamos mais alguns fatores que contribuem para o quadro de surdez súbita:

  • doenças autoimunes;

  • infecções bacterianas;

  • exposição excessiva a ruídos;

  • falta de higienização do ouvido;

  • uso incorreto de cotonetes;

  • rompimento da membrana do tímpano;

  • introdução de objetos no canal auditivo;

  • hábito de ouvir música com volume muito alto;

  • distúrbios ou compressões vasculares no ouvido interno;

  • uso em excesso de medicamentos tópicos para a dor de ouvido.


Como identificar os sinais desse problema?


Na maioria dos casos, a perda auditiva repentina é unilateral. No entanto, ela também pode afetar os dois ouvidos, o que representa bem mais prejuízo à função auditiva.


Tecnicamente, para ser caracterizada como surdez súbita, alguns critérios precisam ser considerados: a perda auditiva precisa ultrapassar 30dB (decibéis) em episódios de 3 frequências contínuas em menos de 3 dias.


Além desses sinais clássicos, a perda auditiva repentina também surge acompanhada de tonturas. Ocorre, ainda, a sensação de estar com o ouvido tampado precedida por zumbido.

Os sinais mais comuns em um quadro de surdez súbita são:

  • zumbidos;

  • ansiedade;

  • irritabilidade;

  • “estalos” no ouvido afetado;

  • perda significativa da audição;

  • presença ou não de vertigens;

  • sensação de pressão nos ouvidos.


Por que a surdez súbita é considerada uma emergência médica?


Mediante os sinais de surdez repentina, a orientação é procurar um médico imediatamente. Isso possibilita uma avaliação diagnóstica precoce para direcionar a uma conduta adequada e evitar o comprometimento severo da audição.


Em indivíduos adultos é mais fácil estabelecer um diagnóstico rápido, já que o momento exato do início da surdez pode ser percebido de imediato. Pode-se notar a surdez repentina ao acordar pela manhã ou ela pode surgir rapidamente ao longo dos dias.


Em crianças pequenas, porém, esse momento torna-se mais difícil de ser estabelecido. Por isso, muitos pais têm dificuldade para saber quando o problema realmente começou.


Na idade escolar, às vezes o problema é descoberto pelos professores. Mediante uma observação mais atenta, é possível notar a perda auditiva em crianças, pois os docentes percebem que os pequenos não estão com um bom rendimento nas atividades escolares.

Como os quadros de surdez repentina podem ter diferentes causas, há o risco de evoluir para quadros mais graves. Em alguns casos — como a perfuração da membrana do tímpano —, a intervenção médica precisa ser imediata.


É possível prevenir a surdez repentina?


Esse tipo de surdez é considerado um dos quadros mais controversos, e gera bastante discussão entre os otorrinolaringologistas. Diversos pontos relacionados ao diagnóstico ainda não estão determinados.


A boa notícia é que geralmente a surdez súbita é reversível, e a recuperação da audição acontece no máximo em 2 semanas.


Ainda que possa ocorrer por diferentes motivos, a melhor estratégia para a surdez súbita é adotar medidas de prevenção. Primeiramente, é preciso priorizar as informações referentes à surdez súbita e a melhor conduta diante dos sintomas.


Listamos algumas medidas preventivas:

  • não se expor a ruídos muito intensos;

  • realizar check-up regular da saúde auditiva;

  • evitar o uso de medicamentos ototóxicos sem prescrição ou acompanhamento médico;

  • cumprir a obrigatoriedade do uso de protetores auriculares, caso trabalhe em ambientes barulhentos;

  • manter o cartão de vacinação em dia, para a prevenção das doenças virais e bacterianas associadas à surdez súbita;

  • divulgar essas informações para a comunidade e para os grupos de risco, como os mergulhadores.


Quais são os possíveis tratamentos para a surdez súbita?

A maioria dos episódios de surdez súbita é reversível. Assim, o sucesso do tratamento depende do diagnóstico precoce e da adequação às orientações profissionais.


A conduta médica é baseada na experiência e na observação dos sinais e sintomas apresentados durante o exame físico. Quando o motivo da surdez consegue ser descoberta logo no início, o otorrinolaringologista indica o tratamento mais específico.


Entretanto, o comportamento evolutivo desse tipo de perda auditiva é bastante inconsistente. Pode ocorrer a recuperação espontânea total ou parcial, como ainda pode resultar em sequelas auditivas irreversíveis.


Nos casos mais simples e de fácil identificação, os medicamentos prescritos são à base de corticoides sistêmicos. Muitos especialistas adotam também os vasodilatadores para potencializar o efeito e promover a recuperação mais rápida.


No entanto, o melhor tratamento para a surdez súbita ainda é a prevenção. Se a perda auditiva não apresentar melhoria significativa em até uma semana, a atenção precisa ser redobrada. É aconselhável a realização de exames de audição e de sangue para investigar o problema de forma mais criteriosa.


Na idade avançada — quando as degenerações típicas do envelhecimento comprometem as funções fisiológicas —, torna-se mais difícil recuperar a surdez repentina. Por isso, a atenção à saúde auditiva é tão importante para evitar essas complicações.


Ainda que a evolução da surdez súbita  permanente seja uma condição relativamente rara, as medidas de prevenção não podem ser ignoradas. Na área de saúde, a correta orientação continua sendo o caminho mais seguro rumo ao bem-estar e à qualidade de vida.

Gostou deste artigo? Então que tal assinar a nossa newsletter e receber conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail?


Nós temos profissionais habilitados e especializados para ajudá-lo. Agende a sua consulta ou entre em contato pelo telefone (61) 3542-2803. Esperamos por você!


Agora temos Pronto Atendimento de segunda a sábado . 

193 visualizações

 ASA SUL 

Endereço:

709/909. Centro Médico Julio Adnet - SEPS SEP Sul, Sia Lt A - Clínica 2, Subsolo - CEP: 70390-095

Navegue Até Nós

#maps_padrão_1.png
waze_02.png
Uber_100x100.png

 ASA NORTE 

Endereço:

Ed. Cléo Octávio - Em frente HRAN. Setor Médico Hospitalar Norte - CEP: 70710-100

Navegue Até Nós

#maps_padrão_1.png
waze_02.png
Uber_100x100.png

 TAGUATINGA 

Endereço:

Ed. Pátio Capital QS 3. - Pistão Sul. / Térreo
CEP: 71953-000

Navegue Até Nós

#maps_padrão_1.png
waze_02.png
Uber_100x100.png

Sobre a Otorrino DF

Consultas médicas, exames e cirurgias para pacientes com necessidades relacionadas ao ouvido, nariz e garganta.
Será um prazer receber você aqui em nossa clínica! 

Nossos Médicos

Os profissionais da clínica Otorrino DF buscam atualizações constantes em suas especialidades visando oferecer atendimento personalizado e humanizado a seus pacientes.

  • Instagram - Otorrino DF
  • YouTube - Otorrino DF
  • LinkedIn - Otorrino DF
  • Facebook - Otorrino DF
  • Twitter OtorrinoDF
bg otorrino pediatra df emergencia criança otorrinolaringologia asa sul asa norte brasilia distrito federal lago sul lago norte urgente ouvido nariz garganta adulto
nariz otorrino pediatra df emergencia criança otorrinolaringologia asa sul asa norte brasilia distrito federal lago sul lago norte urgente ouvido nariz garganta adulto
Clínica Otorrino DF © Todos os direitos Reservados