A falta de higiene dos fones de ouvido pode causar doenças auditivas?


O cuidado auditivo é imprescindível para uma saúde em dia. Uma pesquisa realizada pela Devry Metrocamp, faculdade de biomedicina em Campinas, revelou que os fones de ouvido e headphones utilizados no dia a dia podem estar contaminados com até 10.000 fungos e bactérias que podem causar micoses e graves infecções, como otites e sinusites.

Nos dispositivos auditivos examinados durante a pesquisa, foram encontrados altas quantidades de fungos do grupo Candida ssp que, de acordo com os pesquisadores, é um grupo de fungos difícil de tratar e que tem capacidade para afetar órgãos do ouvido e provocar doenças em pessoas com imunidade baixa.

Essas doenças podem ser tratadas com medicamentos antifúngicos e anti bactericidas. É recomendado que o paciente fique sem usar fones de ouvido e cotonete por cerca de 15 dias. O tratamento também costuma ser acompanhado de anti-inflamatórios e analgésicos.

Realizar a limpeza do ouvido é necessário para evitar essas infecções, assim como fazer a higienização adequada dos fones de ouvido e headphones.

A higienização dos fones deve ser feita todos os dias, antes e após o uso, ou, no mínimo, uma vez por semana. É recomendado que a limpeza seja feita com um cotonete ou um pedaço de algodão, na parte que fica em contato com a orelha e também nos fios. Álcool comum ou água e sabão não devem ser usados, pois podem danificar o fone.

Não compartilhar os fones de ouvido também é uma prevenção, já que a flora auditiva e micro-organismos varia de pessoa para pessoa, tendo o risco de pegar ou transmitir alguma infeção

115 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo