Seca e Rinite

Por que a rinite alérgica piora na seca? Para quem sofre com isso, o período pode ser quase insuportável!

As doenças alérgicas respiratórias são crônicas e podem se tornar frequentes devido aos fatores desencadeantes. O ar frio e seco irrita as vias aéreas e é aí onde tudo começa.

Os sintomas mais comuns de rinite incluem: congestão nasal, lacrimejamento, coriza, espirros e coceira (nariz, olhos e garganta).

A rinite alérgica ocorre na mucosa nasal (causando sua inflamação). Com o clima seco o muco nasal fica mais espesso e dificulta a limpeza e arejamento de toda a região.

Além de tudo, o clima seco faz com que aumente a presença de poeira e o ar fica mais poluído. Tudo isso ajuda a piorar ainda mais o quadro.

Para lidar bem com a rinite durante a seca é INDISPENSÁVEL aumentar a frequência de hidratação.

Ao contrário do que muitos pensam, a quantidade de água que deve ser ingerida não é a mesma para todas as pessoas: varia de acordo com o peso. O recomendado é fazer uso de 50ml para cada kg que se tem. Por exemplo: uma pessoa com 70kg deve ingerir, no mínimo, 3,5 litros de água por dia.

Você gostaria de ter um acompanhamento personalizado durante a seca e ter mais suporte para lidar com a rinite e outras doenças alérgicas respiratórias?

Agende uma consulta com um de nossos especialistas ou compareça ao pronto atendimento se tiver muita urgência.

Estamos à disposição.



108 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo