Entrevista com o primeiro paciente implantado na OtorrinoDF

A OtorrinoDF tem expandido seus serviços e é gratificante fazer cada vez mais a diferença na vida dos nossos pacientes. Realizamos nosso primeiro implante coclear no ano de 2022, confira uma entrevista realizada com o nosso paciente após a recuperação da audição:

O que mais motivou você a realizar a cirurgia?

R: O isolamento social causado pela surdez, que é terrível, e a vontade de conhecer a voz de minhas netas e me comunicar com elas.

- Após o implante, você se sente mais conectado ao mundo ao seu redor?

R: Meus implantes foram um sucesso absoluto. Logo depois da ativação voltei a ouvir, e com poucos dias já estava me comunicando de forma surpreendente. Minha vida voltou ao normal, não tenho mais problemas de comunicação no dia a dia, participo de conversas e reuniões, mesmo em ambientes ruidosos, o que é um desafio para qualquer deficiente auditivo.


- Escutar é como você lembrava?


R: Sim, para minha grata surpresa, todos os sons, vozes e até um pouco de música, são exatamente como eu conhecia antes. Apenas as novas vozes, como das minhas netas, só conheci agora

- Você passou a realizar alguma atividade que não fazia por conta da perda auditiva?


R: Sim, muitas. Minhas conversas eram apenas de pessoa a pessoa, através de leitura labial e com ajuda de aplicativos de transcrição, tudo muito difícil e restrito. Eu já não participava de encontros, reuniões, não falava ao telefone, não via televisão sem legenda, não podia ver as mensagens de áudio ou vídeos enviados pelo WhatsApp. Hoje, há pouco mais de um mês da ativação, tudo isto está superado, voltei a participar de tudo!


- Qual o seu som favorito?


R: Sem dúvida, a voz das netas!


- Descobriu algum novo som após o implante?

R: Eu estava completamente surdo há mais de dois anos, e neste tempo muita coisa nova surgiu por aí no nosso dia a dia, que eu nem imaginava que emitia sons.

- Qual sua música favorita?


R: O Som do Silêncio de Simon and Garfunkel (sugestivo!)


"Eu vinha perdendo a audição há mais de 40 anos. Perdi o ouvido direito há 25 anos. Nos últimos anos antes de ficar completamente surdo, apesar de utilizar sempre os melhores aparelhos auditivos disponível, tinha enorme dificuldade de acompanhar conversas, e era obrigado a fazer leitura labial para ajudar.


Com os implantes voltei a escutar normalmente, sem maiores esforços! Impressionante!


Atribuo este resultado a três fatores:


- ao avanço da tecnologia na área de implantes, que tem sido surpreendente;

- à qualificação, à perícia e o profissionalismo da cirurgiã, a Dra.Tatiana, e sua equipe;


- à dedicação, à paciência e ao carinho das fonoaudiólogas,

Tatiana e Bruna, que têm me acompanhado desde então.

Obrigado a todos!"


Gustavo Schneider, primeiro paciente implantado da OtorrinoDF.




32 visualizações0 comentário