top of page

Disfagia: O desconforto ao engolir. Saiba como superar...


uma mulher de olhos fechados desejando saborear uma pizza

Engasgos e problemas de deglutição podem ser perigosos, mas existem maneiras de lidar com eles de forma eficaz. Recentemente, a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial divulgou recomendações importantes sobre esse assunto. 


Entenda o Que é Deglutição 


Deglutição é um processo importante que usamos todos os dias para engolir alimentos, saliva e até mesmo medicamentos. É uma ação coordenada que nos mantém hidratados e bem nutridos. Quando engolimos, a respiração para momentaneamente para garantir que o alimento vá para o estômago e não para os pulmões, o que poderia causar problemas. 


Quem Pode Ter Problemas de Deglutição? 


Problemas de deglutição podem ocorrer em qualquer idade, mas são mais comuns em crianças com condições neurológicas, como lesões cerebrais, ou em idosos devido ao envelhecimento ou condições médicas. É essencial tratar adequadamente quaisquer problemas médicos subjacentes que possam contribuir para a dificuldade de engolir. 


A Disfagia é uma condição médica caracterizada pela dificuldade ou desconforto ao engolir alimentos, líquidos ou saliva.  


Essa dificuldade pode ocorrer em qualquer parte do trajeto de deglutição, desde a boca até o estômago, e pode variar de leve a grave.  


A disfagia pode ser causada por uma série de fatores, incluindo problemas neurológicos, distúrbios musculares, doenças do trato gastrointestinal, lesões na garganta ou no esôfago, entre outros.  


Os sintomas comuns da disfagia incluem sensação de obstrução na garganta, dor ao engolir, regurgitação, tosse durante ou após a alimentação, engasgos frequentes e perda de peso não intencional devido à dificuldade para se alimentar adequadamente.  


O tratamento da disfagia depende da sua causa subjacente e pode envolver terapias de reabilitação, modificações na dieta, uso de dispositivos de assistência durante a alimentação e, em alguns casos, intervenções cirúrgicas.  

Dicas de Prevenção da Disfagia em Todas as Fases da Vida 


um bebê de olhos fechados, sentando na cadeirinha, com uma colher na boca.

Para Crianças: 


  • Supervisão durante as Refeições:  Certifique-se de que a criança esteja sempre sentada e supervisionada durante as refeições para evitar acidentes. 

  • Alimentos Adequados à Idade:  Ofereça alimentos adequados à idade e à capacidade de mastigação da criança para garantir uma ingestão segura. 

  • Evitar Riscos de Engasgo:  Evite alimentos duros ou pequenos que possam representar um risco de engasgo, optando por opções mais macias e seguras. 

  • Alimentação Tranquila:  Estimule uma alimentação tranquila e sem pressa, proporcionando um ambiente relaxante durante as refeições para evitar engasgos. 

mulher com um prato de salada nas mãos

Para Adultos: 


  • Cuidados com a Saúde Bucal:  Mantenha uma boa higiene bucal e faça visitas regulares ao dentista para prevenir problemas que possam interferir na deglutição. 

  • Estilo de Vida Saudável:  Evite o consumo excessivo de álcool e cigarros, que podem aumentar o risco de doenças que afetam a deglutição, como o câncer de cabeça e pescoço. 

  • Consulta Médica Regular:  Faça consultas regulares com um médico para monitorar a saúde da garganta e do sistema digestivo, identificando precocemente possíveis problemas de deglutição. 

Para Idosos: 

um senhor idoso comendo torrada

  • Dieta Balanceada:  Mantenha uma dieta equilibrada e rica em nutrientes, incluindo alimentos fáceis de mastigar e engolir para evitar dificuldades durante as refeições. 

  • Exercícios de Fortalecimento:  Pratique exercícios físicos regularmente para fortalecer os músculos envolvidos na deglutição, ajudando a prevenir problemas relacionados à idade. 

  • Evitar Alimentos de Risco:  Evite alimentos duros, secos ou de difícil mastigação que possam representar um risco de engasgo, optando por opções mais macias e seguras. 

  • Beber Água Adequadamente:  Beba bastante líquido ao longo do dia para manter uma boa hidratação e facilitar a deglutição dos alimentos. 

Seguir estas dicas simples pode ajudar a prevenir problemas de deglutição em todas as fases da vida, garantindo uma alimentação segura e saudável.  


É importante procurar orientação médica de um otorrinolaringologista se você ou alguém que você conhece apresentar sintomas de disfagia para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado. 




47 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page