Apneia do Sono

Ronco é o som que algumas pessoas produzem enquanto dormem e ocorre por conta do estreitamento ou a obstrução das vias respiratórias durante o sono, prejudicando a passagem de ar no decorrer da respiração.


O ronco pode ser classificado de duas formas diferentes; a primeira, não é considerada uma doença e é conhecida como ronco primário e pode ser um sintoma comum do sono, produzido quando algo obstrui a respiração, porém sem causar falta de ar.


A segunda classificação do ronco - o ronco secundário - é, por sua vez, considerada mais séria por que pode ser um dos sintomas de um distúrbio do sono conhecido por apneia do sono.





Apneia do sono é suspensão da respiração, momentânea e recorrente, durante o sono. Esse distúrbio, dependendo dos mecanismos fisiopatológicos que o causam, possui três subdivisões:


  • apneia central: ausência de esforço inspiratório causando a cessação do fluxo de ar;

  • apneia obstrutiva: o esforço inspiratório ocorre, mas está associado à cessação do fluxo de ar;

  • apneia mista: há ocorrência simultânea dos dois tipos anteriormente descritos.


Diagnóstico


O exame padrão para o diagnóstico de distúrbios do sono é a polissonografia. O exame é realizado durante o sono e registra diferentes parâmetros neurofisiológicos, além de aferir eventos respiratórios anormais.

A polissonografia não causa dor, podendo ser realizada em laboratório e, alguns casos, em casa.





Sintomas


Entre os sintomas da apneia do sono, pode-se observar:


  • Indisposição ao longo do dia;

  • Dores de cabeça ao despertar;

  • Dificuldade de concentração;

  • Ganho de peso;

  • Problemas cardíacos;

  • Ronco alto;

  • Sono agitado e não reparador.


Tratamento


Entre as possibilidades de tratamento para esse distúrbio, que devem ser realizados de acordo com um diagnóstico específico para cada caso, está o uso da CPAP (Continuous Positive Airway Pressure).

O CPAP é um compressor de ar acoplado à uma máscara, que é utilizada pelo paciente durante o sono e serve como profilaxia à obstrução da garganta e das vias nasais, otimizando a qualidade do sono e evitando o ronco, quando presente.







24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo