É normal respirar pela boca? Saiba quando procurar um médico


Enquanto você respira, não tem que pensar nisso para desempenhar essa função, certo? É algo que realizamos automaticamente, apesar de ser um ato vital para nossa sobrevivência. No entanto, ao respirar pela boca, esse processo pode ser desconfortável, pois este não é o caminho natural do ar para chegar aos pulmões.


Muitas crianças e adultos, por motivos variados, não conseguem respirar pelo nariz, por isso acabam utilizando a boca para conseguir suprir os pulmões com o oxigênio necessário para o funcionamento do organismo. São casos que recebem o nome de respiração bucal de suplência.


Neste post vamos apresentar os sintomas, causas e consequências para a saúde desse problema e a importância de procurar o otorrinolaringologista na OtorrinoDF para o tratamento! Acompanhe!


Como identificar o problema?


Ao substituir a respiração nasal pela bucal podem surgir alguns sinais facilmente identificáveis, como:

  • boca seca;

  • mau hálito;

  • ronco;

  • voz nasalada;

  • tosse seca e persistente;

  • cansaço frequente;

  • irritabilidade;

  • dificuldade de concentração;

  • pausas frequentes na hora de se alimentar.


Esses sintomas podem atrapalhar a qualidade de vida do indivíduo, por isso é preciso dar importância para o problema e marcar uma consulta com o otorrinolaringologista — que fará uma avaliação especializada desse quadro.


Quais são as causas de respirar pela boca?


Respirar pela boca indica que algo está obstruindo a respiração nasal. Assim, o problema pode ser decorrente das seguintes situações.


Rinite alérgica


A reação alérgica que vem acompanhada de coriza, espirros e coceira nos olhos e nariz pode também fazer a pessoa respirar pela boca — já que ela também provoca a obstrução nasal.


A rinite pode ser desencadeada por ácaros, poeira, fungos, pelos de animais domésticos e até por cosméticos e produtos de limpeza.


A doença não tem cura, mas é possível controlar os sintomas seguindo as orientações médicas, o que inclui uso de medicamentos e cuidados específicos de higiene.


Aumento da adenoide


É um quadro comum em crianças. A adenoide, também conhecida como carne esponjosa, trata-se de duas estruturas localizadas atrás da cavidade nasal e acima do céu da boca. Sua função é defender o organismo de agentes estranhos, como vírus e bactérias.


A adenoide aumenta de tamanho nos primeiros anos de vida, mas passa a regredir aos 6 ou 7 anos. No entanto, em algumas crianças, essas estruturas podem ficar muito grandes e, em vez de proteger o organismo, podem desencadear outros problemas — como a obstrução nasal.


Nesse caso, é importante procurar o otorrino para descobrir se há a necessidade de cirurgia para a remoção da adenoide.


Desvio do septo nasal


O septo nasal é a parede que separa as cavidades nasais e auxilia no processo de respiração. O que ocorre é que essa estrutura não é exatamente reta, mas isso não indica que causará algum problema de saúde.


A preocupação é quando o desvio do septo é acentuado, provocando obstrução das narinas — o que leva o indivíduo a respirar pela boca. Nesses casos, é fundamental procurar o otorrino para saber se é preciso fazer a cirurgia de correção.


Sinusite


A sinusite é a inflamação dos seios nasais, que pode ser causada por vírus ou bactérias. O problema provoca dores na face, corrimento nasal e pode ocasionar ainda inchaço nas paredes internas do nariz — o que dificulta a respiração nasal.


A inflamação tem cura e o tratamento é orientado pelo otorrino.


Pólipos nasais


Os pólipos nasais são pequenas massas que crescem na cavidade nasal, geralmente decorrente de inflamações crônicas no caso de pessoas alérgicas ou asmáticas. Quando os pólipos são pequenos não causam nenhum incômodo. No entanto, se essa massa é grande pode obstruir as vias aéreas.


O otorrino deve ser procurado para indicar o melhor tratamento, como o uso de medicamentos ou cirurgia para remoção.


Má formação da face


A respiração bucal pode ainda ser causada por má formação na face — como é o caso de pacientes com fenda palatina ou outras síndromes.


Quais são as consequências para a saúde?


No processo natural da respiração, o ar entra pelo nariz, onde passa por um processo de filtragem, aquecimento e umidificação e, assim, chega até os pulmões nas melhores condições. Além disso, a respiração nasal ajuda a manter os pulmões dilatados, o que traz disposição e bem-estar.


Infecções respiratórias


Todavia, quando a respiração é bucal, o ar chega com uma qualidade ruim até os pulmões, o que pode deixar as vias respiratórias mais fragilizadas. Isso favorece infecções, como faringites e amigdalites ou ainda agrava quadros de doenças respiratórias, como a asma.Daí muitas vezes retirar amígdalas apenas não resolve . Uma vez que se não corrigirmos o desvio de septo pode desenvolver faringites recorrentes,pois continuará a respirar pela boca. 


Apneia do sono


Outra consequência é o ronco e a apneia do sono — distúrbio em que a pessoa para de respirar por alguns segundos enquanto dorme. É uma situação que faz o indivíduo dormir mal, pois acorda diversas vezes com a incômoda sensação de sufocamento.


É uma doença séria que, em longo prazo, pode aumentar os riscos de doenças no coração, diabetes, aumento de colesterol e etc. 


Alterações na face e arcada dentária


Ao respirar pela boca, há alteração da posição da língua e desequilíbrios na estrutura da face, o que pode provocar alterações — como rosto estreito e alongado — e problemas na arcada dentária.

Nessa situação, é importante fazer a avaliação com o dentista, que indicará o melhor tratamento.


Como o otorrino pode ajudar?

Qualquer alteração que envolva o nariz, ouvido e garganta precisa ser investigada pelo otorrinolaringologista. Desse modo, caso você note a respiração pela boca, deve procurar o especialista para descobrir a causa do problema.


O médico vai avaliar as vias respiratórias e conversar com o paciente para saber a frequência de infecções e como é o padrão de sono.


Respirar pela boca não é normal e interfere na qualidade de vida, pois o indivíduo dorme mal e fica cansado com mais facilidade, o que pode atrapalhar toda a rotina diária. Por isso, é preciso procurar tratamento especializado com urgência.


Você sofre com algum distúrbio de sono? Entenda melhor como é o exame de polissonografia e como ele ajuda a investigar o que pode estar ocorrendo!


Está em busca de uma clínica especializada em otorrinolaringologia? Agende sua consulta na Otorrino DF ou entre em contato pelo telefone (61) 3542-2803.

0 visualização

 ASA SUL 

Endereço:

709/909. Centro Médico Julio Adnet - SEPS SEP Sul, Sia Lt A - Clínica 2, Subsolo - CEP: 70390-095

Navegue Até Nós

#maps_padrão_1.png
waze_02.png
Uber_100x100.png

 ASA NORTE 

Endereço:

Ed. Cléo Octávio - Em frente HRAN. Setor Médico Hospitalar Norte - CEP: 70710-100

Navegue Até Nós

#maps_padrão_1.png
waze_02.png
Uber_100x100.png

 TAGUATINGA 

Endereço:

Ed. Pátio Capital QS 3. - Pistão Sul. / Térreo
CEP: 71953-000

Navegue Até Nós

#maps_padrão_1.png
waze_02.png
Uber_100x100.png

Sobre a Otorrino DF

Consultas médicas, exames e cirurgias para pacientes com necessidades relacionadas ao ouvido, nariz e garganta.
Será um prazer receber você aqui em nossa clínica! 

Nossos Médicos

Os profissionais da clínica Otorrino DF buscam atualizações constantes em suas especialidades visando oferecer atendimento personalizado e humanizado a seus pacientes.

  • Instagram - Otorrino DF
  • YouTube - Otorrino DF
  • LinkedIn - Otorrino DF
  • Facebook - Otorrino DF
  • Twitter OtorrinoDF
bg otorrino pediatra df emergencia criança otorrinolaringologia asa sul asa norte brasilia distrito federal lago sul lago norte urgente ouvido nariz garganta adulto
nariz otorrino pediatra df emergencia criança otorrinolaringologia asa sul asa norte brasilia distrito federal lago sul lago norte urgente ouvido nariz garganta adulto
Clínica Otorrino DF © Todos os direitos Reservados