Saiba como prevenir doenças do inverno


prevenir doenças inverno seca otorrino pediatra df emergencia criança otorrinolaringologia asa sul asa norte brasilia distrito federal lago sul lago norte urgente ouvido nariz garganta adulto

Com a chegada do inverno, o metabolismo do corpo humano acelera para tentar compensar a temperatura externa, fazendo com que a imunidade da pessoa diminua, deixando o organismo mais vulnerável a doenças.


De acordo com o otorrinolaringologista Stênio Ponte Dias, a temperatura mais fria faz com que as doenças respiratórias sejam mais frequentes.


“Nesta época de frio, as pneumonias, gripes, bronquite, asma e rinite – que são doenças de via aérea respiratória – costumam aumentar. Lembrando que em algumas cidades do país, além da temperatura mais baixa, a umidade relativa do ar é outro fator agravante para estes sintomas de vias aéreas. Além disso tudo, problemas cardíacos e problemas de humor, que realmente alteram nesta época também por motivos adversos.”


É importante ressaltar também que se você tiver sintomas como coriza, febre, tosse seca e dor muscular por mais de 48 horas, é preciso buscar um médico. Segundo o otorrinolaringologista Stênio Ponte Dias, é preciso tomar algumas medidas para não adoecer com facilidade.


“A gente sabe quando vai mudar a temperatura, a gente sabe quando vai mudar a umidade relativa, então, trabalhar em cima da prevenção. Tomar de 2 a 3 litros de água; dormir bem, 8 horas por dia; usar agasalhos; evitar ambientes fechados, como cinema, aglomerados, shopping, porque isto tudo faz com que a pessoa tenha mais contato pessoa a pessoa; e o uso de vitamina C ajuda a ter uma imunidade mais favorecida.”


Outra parte do nosso corpo que merece um cuidado a mais no inverno é a nossa pele. Esta época do ano faz com que a pessoa tome banhos mais prolongados, com água mais quente, o que, segundo especialistas, não faz bem para pele.


De acordo com o dermatologista Orlando Morais, além disso, se a pessoa usar com frequência esponjas para aumentar a limpeza da pele, pode diminuir o manto lipídico, que é uma espécie de barreira protetora da pele.


“Além de reduzir mais este manto lipídico, ele também tem o atrito com a pele. Este atrito com a pele, muitas vezes, faz com que, na verdade, a gente tenha coceira. Então, a gente tem o paciente que acabou de tomar banho, já sai do banho com muita coceira na pele e ele vai e coça a pele. Quando ele coça a pele, acaba, na verdade, agravando mais ainda, porque ele está desestruturando mais a pele.


Fazer exercícios também proporciona vitalidade ao corpo e reforça o metabolismo para o combate a doenças. Além disso, quando o tempo está seco, muita gente utiliza o umidificador de ar. Só que não são todos os lares que se preocupam com a manutenção deste equipamento. Com isto, há um acúmulo de poeira, o que pode causar mais doenças. Por isto, é indicado colocar a tradicional bacia com água ou uma toalha molhada no ambiente.


Outra dica é lavar as mãos com frequência, para evitar os vírus que vêm do contato com pessoas ou locais infectados. Lembrando que ambientes limpos e arejados não oferecem meio para manutenção e proliferação de vírus.


Então, o ideal é tirar sempre a poeira que pode estar em móveis, aparelhos eletrônicos, brinquedos e no próprio chão.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo